Uma Semana Depois da Iniciação

Uma Semana Depois da Iniciação


Sento para meditar.

Pensamentos pululam em minha mente. Demoro um pouco para me conectar e entrar num outro estado de consciência.

De repente…

 

Estou acordando na trilha, deitada ao lado de Serafim.

O que me acorda é um raio de sol que incide sobre mim.

Serafim, ao meu lado, já acordou, mas permanece quieto, em silêncio, apenas contemplando, com um suave sorriso em seu rosto.

Me espreguiço e vou até um riacho próximo para me lavar.

Sinto o céu, a terra e as árvores em torno a me acariciar.

Como é bom estar neste mundo sereno e amigo, onde medo não há.

Desfruto com liberdade, do Amor, da Paz e da Beleza.

Não há pressa de fazer coisa alguma, e nem pressão para em algum lugar chegar.

É a paz e a delícia de viver o momento presente, que é sempre perfeito em sua Unidade: Eu nele, ele em mim.

– Bom dia Serafim

Serafim responde: os dias são sempre bons quando temos paz e alegria em nossos corações.

Vê, querida, a Iniciação é apenas o início de um novo caminhar.

Não apenas a trilha é nova. Outro é o caminhante que caminha por ela, num outro caminhar.

Pensavas que não me verias mais ao fim do processo…

Querida! Se um processo terminou, imediatamente um novo começa. Aqui estou!

Sei que há um conhecimento novo querendo chegar à sua consciência: o movimento e o ponto imóvel.

Este é o novo caminhar: o movimento constante e dinâmico, podemos dizer que é o “externo”.

No coração do caminhante o ponto imóvel se instala, cada vez mais constante.

São duas dimensões, duas consciências simultâneas.

Esta é a diferença do caminho, do caminhante e do novo caminhar.

Também o Tempo.

É sequencial e simultâneo: estamos a caminho e já chegamos lá.

Que bom que não mais percebes isto como loucura.

Este saber não mais ameaça o tecido da sua integridade psíquica, porque um novo tecido a sustenta já.

Fica serena.

Fica com a Serena (a gata do vizinho que está em meu colo).

Você já materializou o gato.

Só falta ele pular! *

Serafim ri.

Rio também.

A meditação acaba e volto para as minhas tarefas cotidianas.

 

* É uma brincadeira de Serafim. Numa das meditações da Iniciação ele se referia ao “pulo do gato”, mudança de compreensão que produz uma guinada.

Autor

O Caminho Espiritual sempre foi meu foco de interesse na vida adulta: estudo, reflexão, meditação, autoconhecimento, crescimento e transformação pessoal. Partilhar o que encontramos nesta jornada também é uma exigência do Caminho. Por isto estou aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *