As asas do beija-flor

As asas do beija-flor


 

Hoje estou muito feliz!

Ontem comecei a divulgação deste site.

A criança nasceu!

Alguém comentou:

“agora você está vivendo a sua essência”

 É assim que me sinto:

Estou expressando o verdadeiro ser que eu sou!

 

Sento para meditar e imediatamente me sinto conectada a Serafim, meu Mestre Interior.

Bom dia Serafim!

“Bom dia filha minha. Estou sempre em ti.

Querida! Abra as suas asas”!

Sentada em postura de meditação eu sentia e via uma forma de luz branca que se expandia lateralmente, a partir do ponto onde se localiza a face posterior do chacra cardíaco.

Ao ouvir estas palavras de Serafim entendo que são asas. As minhas asas!

Serafim continua: “permita que elas se expandam, te envolvam e te abracem”.

Imediatamente estou totalmente envolvida por elas.

“Dentro deste amoroso abraço tu podes para sempre viver.

A auto aceitação e o Amor Incondicional por si mesmo criam um meio bendito dentro do qual a criatura pode se desenvolver e florescer.

Desabrochar!

Até atingir o seu mais alto potencial.

Como uma flor, no auge da sua beleza”.

Imediatamente penso que à plenitude se segue o declínio. Após a plena floração, a flor começa a murchar e morrer.

Como sempre, Serafim responde aos meus pensamentos.

“Filha!

As Leis do Espírito são diversas das Leis do plano material, onde a dualidade se manifesta.

No Plano Espiritual a perfeição existe!

E não existe o Tempo.

Lembras-te do Ponto Imóvel”?

Aqui Serafim se refere a um ensinamento dado logo depois de concluído o processo da Iniciação.

Leia aqui: Uma semana depois da Iniciação

“Estás nele agora.

Podes ficar nele para “sempre”.

Serafim ri.

Serafim vive numa dimensão sem tempo e sem espaço.

Muitas vezes se refere a eles para facilitar o meu entendimento, mas sempre acha graça. Rs

“Estar e ficar no Ponto Imóvel!

Este é o supremo desafio para a consciência encarnada.

Ficar na consciência do Ponto Imóvel e ao mesmo “tempo” caminhar no mundo da dualidade, sequência e movimento.

O Ponto Imóvel não é um lugar.

É um Estado de Consciência que existe na frequência vibratória do Coração Expandido.

É uma frequência muito alta!

Como a parada do beija-flor para sugar o néctar da flor.

Sustentar esta imobilidade, esta estabilidade, exige que o pequenino pássaro bata as suas asas de forma extremamente rápida.

 

beija-flor

 

 

Hahaha

Vês?

Percebes como é dinâmico, cheio de vida e nutridor este Ponto Imóvel?

 

estas são as asas que hoje se abrem em ti

 

As asas do beija-flor.

 

Asas que vibram numa frequência altíssima e te permitem FICAR na nutrição da Paz e do Amor.

 

No mundo tridimensional tudo passa.

Tudo vem e vai, como veio…

O único que permanece é a essência.

O Brilho Fotônico da Essência.

Neste ponto imaterial, muito menos que infinitesimal, está contido TUDO.

TUDO O QUE É (já foi ou será).

TUDO O QUE É é

AGORA, AQUI, JÁ.

Fica na Paz.

Teu caminho e benção.

Amor

Serafim

Autor

O Caminho Espiritual sempre foi meu foco de interesse na vida adulta: estudo, reflexão, meditação, autoconhecimento, crescimento e transformação pessoal. Partilhar o que encontramos nesta jornada também é uma exigência do Caminho. Por isto estou aqui.

2 comments

  • Muito lindo Xara. Ler o texto me remeteu a esse estado. Sei do que fala. Essa imobilidade ativa que vem da expansão da Consciência eu provei em algumas ocasiões.
    Na verdade ele independe de tempo e espaço. Na verdade ele simplesmente. é. Fica sempre num ponto do qual nos afastamos e que podemos ou nao tocar, reconectar.
    Esse caminho sem dúvida “tem coração” como diria D Juan.

    Responder
    • Sim, querida Malu, este é o Caminho do Coração.
      Você diz que a leitura te remeteu a este estado.
      Que bom! Este é o meu maior desejo: ser uma facilitadora,
      uma encorajadora para que as pessoas possam viver e
      aprofundar os seus próprios processos internos.
      Obrigada pelo comentário. Beijão

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *